Cervezas negras para el frio (y las visitas)

Os bons cervejeiros sabem que o inverno traz cervejas com mais corpo e teor alcoólico, que não só nos ajudam a aquecer, mas também combinam perfeitamente com longos momentos no sofá e um cobertor ou conversas descontraídas em volta de uma mesa.

Um dos estilos mais indicados para o clima frio são as cervejas Stout e Porter (cervejas pretas). Esses estilos (bem, mais parecidos com estilos, porque existem muitos…), têm sua própria identidade facilmente reconhecível.

Cervezas negras para el frio (y las visitas)

A cerveja preta nasceu em certas áreas da Alemanha no século XIV. Porém, sua fama ganhou força na Inglaterra, que como potência colonial acabou ampliando esse hobby.

Mas como você consegue uma cerveja escura? Como essa escuridão final é alcançada? A principal característica em relação a outros tipos de cervejas é o uso de maltes escuros de cereais maltados (umedecidos, germinados e secos) aos quais o calor continua a ser aplicado por mais tempo em temperaturas mais altas, para alcançar com precisão essa torra. .

No processo de torrefação do malte, o açúcar fermentável que eles contêm é reduzido, embora a torrefação resultante lhes dê uma gama de aromas e sabores que serão transmitidos ao produto final.

Alguns desses sabores que geralmente estão presentes nas cervejas escuras são chocolate, café ou alcaçuz. São também os sabores e cheiros que mais facilmente se distinguem no nariz ou na boca.

Graças a essa concentração mais alta, seu sabor costuma ser mais forte. Por isso também estão mais relacionados aos meses mais frios, típicos do inverno; embora nada impeça de tomá-los a qualquer momento…

Hoje vamos focar nos dois principais estilos de cervejas pretas, com algumas sugestões para organizar um plano bem original em casa. Mas se você quiser saber mais, pode acessar esses dois artigos onde demos mais detalhes sobre a história e elaboração das cervejas pretas.

Porter e Stout, estilos principais

Em resumo, podemos dizer que a Porter e a Stout são as duas principais cervejas que conhecemos como pretas, embora existam outros estilos e sub-estilos dentro da primeira.

Essas categorias pertencem à mesma família, pois a segunda costumava ser elaborada como a primeira, mas com níveis de concentração mais elevados. Isso deu a eles um tom mais alcoólico e os tornou mais alcoólicos. Essa diferença histórica evoluiu e mudou bastante hoje.

Hoje queremos propor uma seleção de cervejas destes estilos para preparar um lanche em casa, nestas alturas em que se quer prolongar os encontros com a família e amigos. Mas nada de bolos de café e manteiga. Seja original (e cervejeiro!) e ouse oferecer aos seus visitantes um lanche com doces e cervejas pretas. E para ser ainda mais original, queremos recomendar cervejas em formato de lata.

Cervezas negras para el frio (y las visitas)

Cervejas artesanais em lata?

Reza a lenda que a primeira cerveja artesanal a chegar ao mercado usando a lata como recipiente foi a Dale's Pale Ale da Oskar Blues Brewery, em 2002. Desde então, os cervejeiros artesanais vêm adotando esse formato , que tem algumas vantagens sobre o vidro.

Cervezas negras para el frio (y las visitas)

Entre elas, conserva melhor as cervejas e esfria mais rápido, o que as torna ideais para aquelas cervejas que você guardou e retira quando chega um visitante (lembre-se que as cervejas escuras não precisam ser consumidas bem frios, o ideal é beber a uns 11 ou 12 graus).

Além disso, em latas você encontra o formato de 44 cl., e esta quantidade, juntamente com o facto de as cervejas pretas serem bebidas longas (ou seja, tem de saborear e parar...) tornam-na ideal para prolongar uma tarde à volta desta bebida, em sintonia com o tema deste post. Então aqui vão algumas recomendações para ter na sua despensa:

  • Garage Beer Stepped On Oatmeal Porter: é uma cerveja macia e de corpo cremoso graças à grande quantidade de aveia utilizada que lhe confere suavidade. Vai ficar ótimo com algumas bolachas recheadas ou um brownie de chocolate que escorregou na sua bandeja de nougat.
  • Althaia Kraken Baltic Porter: una cerveza oscura, misterioso e intensa, que cuenta la historia de cómo los marineros de los mares del norte temían a un pulpo gigante que podía atacar a sus embarcaciones en qualquer momento. A espuma que esse monstro fazia era tão densa quanto a da cerveja, e combina perfeitamente com alfanjores ou frutas cristalizadas.
  • Althaia Batiscafo Imperial Stout: Uma Imperial Stout encorpada, quase chocolate, marrom escuro com espuma cremosa e de longa duração, da Althaia de Alicante. Esta cerveja é ideal para degustar acompanhada daquelas bolinhas de coco com cobertura de chocolate que sempre se perdem entre o nogado.
  • La Quince Castells Coffee Stout: Esta cerveja é muito especial porque é uma edição limitada nascida da colaboração entre o Campeonato Español AeroPress, Harmony Coffee Roasters, La Quince e Cervezas Guineu. É chamado Coffee Stout porque eles adicionaram café frio. E sim, também vai ficar muito bem bebido acompanhado daquele nogado macio que ainda tens em casa...
  • La Grúa Molotov Imperial Stout: uma cerveja encorpada que passou 8 meses em barris de Jack Daniel. Perfeito para beber com aqueles bombons de chocolate que sua tia trouxe para o jantar.
  • Garage Beer Into The Long Grass Stout: uma stout complexa e robusta com um final tostado mas com um toque refrescante, que você pode beber enquanto ataca aqueles salgadinhos de chocolate que estão deixando você com os olhos pequenos.

É possível que você já tenha chegado à noite, conversando, bebendo e saboreando essas cervejas. Está frio lá fora, mas por dentro (muito por dentro) está calor e boas vibrações. É isso que queremos alcançar com nossas recomendações, amigo beersapiens, que beber cerveja também é um momento cheio de qualidade e boas lembranças.

Boas festas!

Cervezas negras para el frio (y las visitas)

Fonte: https://arriaca.es

.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados